øclb apresenta sua nova marca

Uma das mais belas letras de Gil diz:

 “O amor da gente é como um grão. tem que morrer pra germinar.”

Tudo que começa tem um fim. Mas os fins nem sempre são ruins.

É a quarta-feira de cinzas que nos faz ansiar pelo próximo Carnaval (#gatilho). 

É o fim de um projeto, que nos dá a sensação de “dever cumprido”. E a liberdade de partir para os próximos.

Da mesma forma que a borboleta nasce após abandonar o casulo, nos tornamos adultos quando deixamos pra trás a adolescência. 

O mesmo vale para negócios e marcas.

Até o início de 2020, os principais serviços do øclb eram cursos e projetos de consultoria presenciais e viagens guiadas para festivais internacionais. Apesar do interesse dos mais diversos tipos de profissionais da economia criativa, nosso público mais fiel sempre foram os organizadores de eventos. 

Daí veio a pandemia. 

Não mais poderíamos exercer atividades presenciais. Cursos, viagens e todos os projetos foram cancelados. Boa parte da nossa comunidade ficou sem trabalho e sem renda de uma noite pra outra. Os festivais e eventos, que sempre foram matéria prima para nossos conteúdos, foram todos suspensos. 

Depois do susto, recomeçamos do zero. 

Eliminamos o que não era essencial. Revisamos nossa estratégia. Conversamos muito, com muitas pessoas incríveis, e em muitas horas de zoom, meets e teams. 

No último ano, migramos quase todos os nossos negócios para o meio digital: cursos, palestras, treinamentos corporativos e consultorias. Só as viagens ficaram de fora. 

Também criamos novos projetos, como a maratona øclb masterclass, nosso 1º experimento em eventos híbridos.

Transformamos øclb comunidade em uma plataforma de conteúdo e network. Uma rede super potente de trocas com cerca de 200 residentes ativos de todas as regiões do Brasil (e na gringa também!).

Como diria Gil, tivemos que “morrer” pra germinar. 

Celebrando tudo isso, em gratidão a tudo que passamos, nesse último mês de março fizemos um mergulho em nosso branding e identidade visual.

Ela representa um novo momento do nosso negócio, mas também da nossa evolução pessoal após um ano de pandemia e quatro de øclb (e nomadismo).  

Esperamos que você curta também. 

Gratidão, boas energias e saúde. Nos vemos em breve numa pista.

posts relacionados