Descubra o que executivos e líderes do entretenimento vêm fazendo para driblar a crise. 

Inscreva-se em um curso vivo e enxergue primeiro as oportunidades do mundo pós-pandemia.

É o fim da indústria do entretenimento como a conhecemos

“Quando a crise surgiu, criamos dois times: um para olhar o futuro e outro para resolver os problemas do presente” (Francesca Alterio, diretora de projetos especiais Time 4 Fun)

O mundo mudou. Dessa vez, para sempre. No futuro, lembraremos de uma época “AC” e “DC”. Antes do coronavírus… e depois dele. 

A indústria do entretenimento foi uma das primeiras a ser duramente afetadas pela pandemia. Festivais, conferências e eventos de todos os tipos foram cancelados ou adiados. Milhares de pessoas vêm perdendo os seus empregos. Todo o setor está sendo forçado a reinventar-se.

Por outro lado, uma nova era do entretenimento está surgindo. O streaming, a indústria dos games e os e-sports, o boom das lives… novos modelos de negócios estão surgindo a cada dia.

Mas toda a crise vem acompanhada de oportunidades

A indústria do entretenimento foi um das primeiras a responder à crise com criatividade. Afinal, o show não pode parar.

É nesse setor que estão surgindo as principais inovações. O show do Travis Scott no Fortnite, projetos solidários e de impacto social, festas e festivais online, lançamentos musicais no Tiktok são apenas alguns exemplos.

“O futuro já chegou, só não está uniformemente distribuído”, diria o autor de ficção-científica William Gibson.

OCLB de Pijamas nasce com esse propósito: conectar os pontos do presente, que serão as bases para o futuro do entretenimento.

E você? O que está fazendo para se preparar para esse novo mercado?

QUEM FAZ ØCLB de pijamas?

Somos nômades, consultores e curadores de experiências. Nos especializamos em conectar os sinais do espírito do tempo.

Pesquisamos comportamentos emergentes, usando como matéria-prima cidades, festivais e eventos ao redor do mundo que inspiram criatividade e inovação. 

Sem poder viajar ou participar de eventos, nossa primeira reação com a pandemia foi a paralisação. Aos poucos, porém, percebemos que o show não parou. Apenas mudou de lugar. Começou uma nova era do entretenimento.

O que mais podemos aprender com esse momento? Será que existem alternativas para quem trabalha com eventos ao vivo? Qual o futuro do setor?

ØCLB de pijamas se tornou nosso principal projeto de aprendizagem durante o isolamento. Criamos um modelo que nos ajudasse (e mais de 2.500 pessoas também!) a transformar conversas em conhecimento.

Desde o inicio, ØCLB de pijamas foi pensado para ser uma plataforma de conteúdo e conhecimento, um curso vivo sobre o momento em que estamos vivendo. Vamos juntos?

CONTEÚDOS DISPONÍVEIS

Mais de 25h de conteúdo disponível  –  Novos episódios toda semana

“Um dia a situação era uma, no outro completamente diferente. Se ontem a gente achou que daria para fazer evento em uma data, agora já mudou. Flexibilidade é a palavra”

Francesca Alterio – Diretora Projetos Especiais T4F

“Há oportunidades. Os eventos terão que se adaptar aos canais digitais. Os que eram pautados só no físico, nesse momento não existem. Soluções híbridas é que vão atingir o patrocinador”

Leo Duarte – Diretor Comercial T4F

“Primeiro olhamos o conceito do projeto. Também o público atingido, condições comerciais e contrapartidas. Patrocínio é uma parceria, tem que haver uma troca”

Guilherme Bailão – Head Brand Experience Heineken

“Entramos em um cenário novo. Nessa nova fase precisamos entender as novas regras. Eu apostaria que talvez ganhássemos pontos dando as mãos e achando objetivos em comum”

Luciano Lucas – Head Brand Experience Coca-Cola

“Explicar quem são as pessoas que vão estar no seu evento, o que elas curtem. Não só quem vai cantar ou tocar, mas quem é a galera que vai estar no seu evento”

Mariana Assis – Brand Manager, Diageo

“Os eventos tendem a ser híbridos agora. Comece a olhar para os dados. É uma forma de olhar lá na frente e entender como você está lidando com seu cliente” 

Gabriel Temponi – Head of Marketing, Sympla

“Essa incerteza traz todo mundo para o mesmo plano, não saber o que vem pela frente. E cria possibilidade para os verdadeiros construtores de futuro abrirem um terreno maior do que existia”

Luis Justo – CEO Rock in Rio

“Estamos trabalhando com cenários. Reduções de custos proporcionais, unidades regionais. Usando diferentes abordagens, estamos nos preparando para o futuro. Vale pra qualquer área”

Marcelo Madueño – Entourage

“A digitalização é uma contingência. Passada essa crise, vamos mais ter mais coisas na indústria do entretenimento já sendo melhor produzidas para entregar uma experiencia digital de ponta a ponta”

Victor Cremasco – Sócio Mandalah

“Analisamos 536 empresas, com 8 mil eventos cancelados ou adiados, afetando 8 milhões de pessoas de público, 20.000 trabalhadores e um prejuízo estimado de R$ 483 milhões” 

Dani Ribas – Diretora Data SIM

“A gente viu que dava pra ser mais simples no processo. Ao invés de uma super apresentação, tem essa liberdade pra mandar por WhatsApp, puxar conversa e depois desenvolver a ideia” 

Rafael Arraes – Diretor de Planejamento e Criação Dream Factory

“A gente foi educando um pouco as marcas a olharem paras as ações que reunissem mulheres. O que a gente queria era acelerar um processo que estava começando a acontecer”

Claudia Assef – Sócia Fundadora WME

“No futuro os escritórios serão muito mais esse lugar de estratégia, de insights, de encontros importantes, do que das coisas processuais do dia a dia”

Fabio Seixas – Sócio Fundador Festival Path

“Estou preocupado em como construir um produto digital sendo um bar. Será que eu tenho uma comunidade ou tenho um bar? Estou interessado no fortalecimento de micro comunidades. “

Facundo Guerra – Empreendedor e Autor “Empreendedorismo para Subversivos”

“A partir do momento que os eventos forem permitidos, os protocolos serão apresentados às entidades representativas. Independende do que fazer (já que cada um conhece o seu evento), o importante é olhar para seu evento e se perguntar: consigo cumprir essas regras?

Vander Lins – Coordenador de Eventos da Cidade , Secretaria de Turismo de SP

“É um novo gênero, não é um formato. Chama-se drama vertical. E por que é um gênero? Porque não é apenas você fazer a captação no formato vertical. A linguagem dentro dele é feita na vertical.”

Crocas – CEO Porta dos Fundos

“Um evento híbrido é pensando para o presencial, em que ele oferece uma experiência muito foda para quem ta lá e você oferece uma outra experiência completamente diferente para quem tá assistindo de casa.”

Denis Bevacqua – Diretor de Eventos Resultados Digitais

“Nós não somos uma marca baseada no DJ. O DJ tem a mesma parte que a platéia, a decoração, os atores, etc. O DJ é um de nós, mesmo se for um DJ superstar, quando ele vem para nosso mundo, ele é um de nós”

Matthew Hoag – Diretor Comercial Global elrow

“Nem todo influenciador é um creator, um criador de conteúdo. Influência é consequência de alguma coisa, ninguém nasce influenciador. Não basta colocar na bio que você está influenciando alguém. Isso é uma qualidade percebida pelo outro.”

Bia Granja – Co-Fundadora e CCO Youpix

“Toda escolha que vamos fazer, todo projeto novo, a pandemia veio… A primeira coisa que a gente fez foi olhar par ao manifesto: o que gente tá fazendo agora? A gente tá refletindo pra onde a gente vai enquanto pessoa? Então vamos refletir enquanto plataforma também.”

Maíra Miranda – CCO Meca

“A indústria de games hoje representa música e cinema somadas vezes 2. A indústria dos games esse ano estava projetada para faturar (antes da Covid), US$ 160 bilhões. E cinema é US$ 40 e poucos bilhões e música é US$ 20 e poucos bilhões.

BETO FABRI –CMO do Omelete & Co.

O QUE VOCÊ GANHA FAZENDO PARTE

  1. Conhecer as mais diversas perspectivas sobre o que profissionais líderes da indústria do entretenimento vêm fazendo para driblar a crise
  2. Estar mais preparada(a) para entender as transformações e enxergar oportunidades em um mundo de rápidas mudanças  
  3. Acompanhar nossas lives no seu tempo, assistindo quando e quantas vezes quiser (e ainda receber uma apostila resumida com os principais aprendizados de cada encontro)
  4. Ter acesso a lives exclusivas e a oportunidade de ampliar seu networking

ASSINATURA

Acesso imediato a mais de 25 horas de conteúdos gravados

Novos conteúdos atualizados todas as semanas

Resumão de todos os encontros

Acesso a LIVE EXCLUSIVA para Assinantes, Conectando os Pontos

R$ 49
,90
Mensal
  • Acesso aos vídeos gravados de todos os encontros
  • Resumão dos principais aprendizados de cada encontro
  • Acesso exclusivo à live CONECTANDO OS PONTOS, realizada na última terça ou quinta de cada mês

um conteúdo bônus para você!

Assine AGORA e ganhe grátis o 1º e-book do Brasil sobre design de experiências. Aprenda a Criar Experiências Incríveis!

PARA QUEM É ØCLB DE PIJAMAS?

. Interessadxs em acompanhar as transformações e o futuro da indústria do entretenimento

. Interessadx em experiências de marcas, live marketing, estratégias de patrocínio, comunicação, inovação e criatividade

. Todos os tipos de profissionais da indústria dos eventos (corporativos, festivais de música, esportivos, conferências de negócios, shows etc)

. Fãs de entretenimento, experiências ao vivo, live marketing, comportamento, cultura e tendências

PARA QUEM NÃO É ØCLB DE PIJAMAS?

. Quem acredita que a indústria do entretenimento continuará sendo a mesma pós-pandemia

. Quem não quer mudar, tem falta de interesse ou medo de encarar o novo

. O “tipo Gabriela” (“eu nasci assim, eu cresci assim, eu sou mesmo assim, vou ser sempre assim…”)

veja a opinião de quem já está participando

PERGUNTAS FREQUENTES

Sim, todos os conteúdos são online e gravados. Assim que sua compra for confirmada, você receberá um e-mail da Hotmart com informações para acessar a plataforma (verifique no spam).

As atualizações são semanais. Mas você tem acesso a todos os conteúdos que foram ao ar anteriormente à sua assinatura

Enquanto durar sua assinatura. A renovação é automática.

Sim, você poderá deixar sua dúvida no campo de comentários da plataforma. Você também pode nos enviar uma mensagem pelo Instagram ou no e-mail contato@oclb.com.br.

Sim, você pode cancelar a qualquer momento depois do primeiro mês. É só fazer seu login na plataforma Hotmart e solicitar o cancelamento.

Não. Este modelo de Assinaturas não tem grupo de participantes. Se você tiver interesse em participar de grupos, acesse a aba ØCLB Comunidade.

Como é um modelo de assinaturas contínuo, não há emissão automática de certificado. Caso você precise de alguma certificação, favor entrar em contato conosco.

Encontros com executivos e profissionais líderes da indústria do entretenimento

@ØCLB 2020/ Todos os direitos reservados